A todos aqueles que reproduzem os textos postados aqui, por favor, quando publicarem em outros blogs ou sites favor mencionar o nome do autor, e se possível nos informar para que tenhamos conhecimento e fazer uma parceria. qualquer dúvida ou sugestão mande um e-mail para pcefabi@hotmail.com. Paulo Cezar de Lima
English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

domingo, 25 de março de 2012

Manifestação Divina, humana ou diabólica?


Muito se ouve nesses dias sobre varias manifestaçoes que estão acontecendo em diversas igrejas evangélicas e que tem colocado muitos cristãos a duvidar do evangelho, por outro lado, aqueles que apóiam a tais movimentos com o tempo tem se afastado da verdadeira e genuína palavra de Deus.

No meio evangélico muitos enxergam tais movimentos como benéfico, outros como algo do presente século, onde segundo diz a biblia haveria espíritos enganadores (1 Timotéo 4:1 – Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos alguns apostatarão da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrina de demônios)

Muitas pessoas tem ficado em cima do muro quando a questão é sobre esses movimentos, uns acreditam ser de Deus, até porque diz a biblia que nos últimos tempos Deus derramaria do seu poder sobre toda a humanidade, que Deus faz como quer e a seu modo manifesta seu poder na vida do homem. E que o Espírito Santo não está limitado a ética humana. Acreditam que essas manifestações acontecem com um propósito, que curiosamente pouco sabem explicar a respeito.

Por outro lado existe aqueles que não acreditam ser esse um movimento genuíno do Espírito Santo, pura meninice, algo que não provem de Deus e nem se contextualiza com a sua palavra.

Tomo a liberdade de expressar meu pensamento quanto a essas manifestaçoes, alguns anos atrás presenciei em um culto alguns movimentos que como cristão e batizado com o Espírito Santo, não acreditei ser esse o mover do Espírito, muitas pessoas caiam ao chão, outras uivavam como se fosses animais, andando como quadrúpedes pelo templo davam gargalhadas como se estivesses debochando de algo, confesso que senti algo esquisito naquele dia, mas nada de espiritual e advindo de Deus.

Alguém me pergunta se isso é de Deus ou do diabo, seria audácia minha dizer que é de Deus ou do diabo, até porque não acredito pertencer a Deus, talvez pode ser fruto demoníaco sim, mas tenho minhas dúvidas, até porque como sempre digo, não podemos demonizar e nem cristianizar tudo, pois muitas coisas que acontecem são frutos humanos, gerados por nós mesmos, que na ânsia de trazer para dentro da igreja nossos desejos e um método de atrair fieis fazemos de tudo sem ao menos analisarmos de acordo com as santas escrituras se de fato é a vontade de Deus que tudo isso aconteça.

Qual a finalidade do cair no chão? Ou da crise de riso? Qual o propósito de Deus em fazer com que seus servos caiam ao chão inertes, ou que fiquem dando gargalhadas? Alguém certa vez me disse que no movimento da rua Azuza pessoas caiam ao chão tomados pelo Espírito Santo, porém o que esquecem é que caiam esporadicamente, ou seja, ninguém avisava que eles iriam cair ao chão, e não existia empurrão santo, terno sendo jogado sobre o auditório, caiam porque não agüentavam o poder de Deus, e muitos postados ao chão em sinal de adoração. A mesma pessoa querendo explicar me disse que o Espírito Santo dá alegria aos seus servos, para quem acredita que essa crise de riso é uma alegria gerada pelo Espírito Santo, fica uma pergunta: O Espírito Santo dá uma alegria temporal ?

Toda manifestação é gerada por três fontes: Humana, Divina e Diabólica, tem coisas que Deus faz, isso é indiscutível, tem coisas que o diabo também faz, e infelizmente tem enganado inclusive pastores, e claro muitas coisas são manipulações humanas, realizadas conciente e inconcientemente.

Que Deus te abençoe

Presbítero Paulo Cezar de Lima

AD Londrina PR

Um comentário:

Abimael silva disse...

Que bom;
Parece que uma estrela caiu acesa na terra.
Penso ser improvável acontecer de todos, em algum lugar, receberem o mesmo sinal simultaneamente de algo maravilhosamente secreto,isto é: o que é para mim, é segredo de Deus. Muitos dons estão semeados sobre muitas almas; e isto implica mínima porcentagem de um deles estarem abrigados em 100 ou 90% dos que ali permanecem.
Sobre a minha alma, um destes dons, é rir com abundância, quando um anjo entra em meu aposento nas madrugadas e tem um diálogo espontâneo, curioso e bem humorado.
O meu riso então se estende longamente, me levanto com aquela imagem angelical no recinto, e exclamo contidamente louvores a um Deus que me presenteia...
Sinto-me feliz por haver encontrado esta página sendo então a primeira vez que levo isto a uma audiência comum.

Artigos mais Lidos

Caixa de promessas