A todos aqueles que reproduzem os textos postados aqui, por favor, quando publicarem em outros blogs ou sites favor mencionar o nome do autor, e se possível nos informar para que tenhamos conhecimento e fazer uma parceria. qualquer dúvida ou sugestão mande um e-mail para pcefabi@hotmail.com. Paulo Cezar de Lima
English French German Spain Italian Dutch Russian Hindi Japanese Korean Arabic Chinese Simplified

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

O que está Acontecendo com a Igreja?


Me considero ainda muito novo perto de muitos lideres evangélicos, tanto pela minha idade como pela experiência ministerial e espiritual, apesar de estar a duas décadas e meia nos caminhos do Senhor ainda me considero uma criança aprendendo a caminhar nos caminhos que me aproximam da vontade de Deus e daquilo que o agrade. Gosto muito de ler a biblia e livros que tratem de assuntos pertinentes a mesma, e a cada dia aprendo com grandes homens de Deus e principalmente com a biblia sagrada que é minha regra de fé e pratica diária, é dela que tiro lições valiosas para ter uma vida intima e agradável a Deus e a sua palavra, que é meu alimento diário.

Nasci e cresci em uma cidade interiorana, onde só existe igrejas tradicionais, onde a inocência eclesiástica e espiritual é muito forte, um povo simples, mas com muito amor e carinho pela obra de Deus, que anda a pé de um lado ao outro da cidade para congregar e adorar a Deus nas diversas congregações ali existentes, um povo que não se limita a servir a Deus.

Hoje me encontro em uma metrópole, por sinal em uma igreja que ama a palavra de Deus, e que prega os princípios estabelecidos por ela, uma denominação que prioriza a biblia sagrada e que a cem anos é a principal promotora do pentecostalismo brasileiro, uma igreja que prega a biblia e dela tira sua regra de fé, teologia e pratica litúrgica. Louvo a Deus por isso, pois fui criado tendo princípios e aprendi e continuo aprendendo com meus lideres a priorizar o que a biblia e os ensinamentos de nossos pais na fé dos deixaram como exemplo para ter uma vida intima e que agrade a Deus.   

Me encontro em uma duvida cruel, que a cada dia me faz refletir se a igreja está se tornando redonda, ou eu que estou quadrado e insisto em não me modernizar, pois quando ligo a televisão em programas evangélicos vejo lideres de denominações neopentecostais deixando de lado a cruz de Cristo por objetos milagrosos, vejo pastores, apóstolos, bispos e missionários ensinando crentes a colocar Deus na parede e exigir dele a cura ou a prosperidade financeira,
Conversando com um irmão de uma denominação mais liberal, ele me disse que os cultos agora estão melhores, pois antes era o pastor quem pregava, agora ele usa um retroprojetor para transmitir as pregações do templo sede para as congregações de todo o campo.

Vemos igrejas para todo gosto, cada qual com seus métodos “evangelísticos” (ops: errei!) “métodos que agradem seus membros”, que faz todos se sentirem bem, como diz certo cantor sacro: parece que pecar já não é pecado mais, parece que errar já não é errado mais, parece tão comum pedir mais um perdão.    

A igreja de hoje está a cada dia se modernizando, isso é necessário, mais necessário ainda é que ela tenha como manual a palavra de Deus, e não os desejos dos jovens e o interesse quantitativo e financeiro de certos lideres que já não conseguem ver almas famintas pela palavra, mas o dizimo alto e aquilo que agrade tais dizimistas.

Precisamos rever certas estratégias evangelísticas e certos modismos eclesiásticos, pois a igreja de Cristo é santa e busca santidade e não conformidade com esse mundo, não precisamos pegar coisas mundanas para usar nas nossas liturgias, mas devemos como nossos pais na fé ir a frente como bons soldados anunciar a salvação, o arrependimento e a volta de Jesus a todos aqueles que crêem.

Prefiro a cada dia permanecer quadrado, pois sei que assim o diabo e o mundo não conseguirão me empurrar ladeira abaixo, agora quanto a igreja redonda, não posso dizer o mesmo!

Pb. Paulo Cezar de Lima
Londrina PR

Nenhum comentário:

Artigos mais Lidos

Caixa de promessas